Catarina Maria, a menina que venceu o Zika

Catarina é o primeiro caso de zika congenita confirmado no mundo. Hoje, superando as expectativas da época do seu nascimento, ela anda e se desenvolve normalmente, o que a dá condições de manter uma rotina comum para uma criança da sua idade. Catarina anda, brinca e vai a escola, mas isso foi possível, porque iniciou o seu processo de tratamento ainda no terceiro dia de vida. Conceição, mãe de Catarina é fisioterapeuta e assumiu a responsabilidade de estimular o desenvolvimento da filha através da fisioterapia em casa. Isso foi determinante para que Catarina avançasse em seu tratamento. Em julho de 2017, iniciou a terapia intensiva especializada no IPESQ, dando continuidade e potencializando o trabalho já iniciado pela mãe. O desenvolvimento surpreendente em decorrência do tratamento de Catarina inspirou e deu base para formular o tratamento das demais crianças com microcefalia causada pelo vírus da Zika.

Catarina Maria em sessão de fisioterapia junto com a sua mãe, Conceição.