Este tipo de método terapêutico foi inspirado no tratamento criado nos anos 70 para reabilitar astronautas que retornavam do espaço com dificuldades motoras, perda de densidade óssea, massa muscular e de movimentos devido à falta de gravidade. Com a criação dos macacões foi possível neutralizar e tratar os efeitos nocivos causados pela ausência de gravidade.

Com o entendimento e disseminação do método foi possível adaptá-lo para o tratamento de doenças diversas que afetam o paciente neurologicamente, por exemplo.

O que é o PediaSuit?

Este método foi criado por um brasileiro ainda em 2006, na época ele utilizou na reabilitação do próprio filho que tem paralisia cerebral. Trata-se de uma vestimenta ortopédica e proprioceptiva (que melhora a percepção espacial do próprio corpo no espaço) utilizada na terapia intensiva composta por chapéu, colete, short, joelheiras e calçados adaptados, interligados por tiras elásticas.

Um dos pilares deste tipo de tratamento usado também com nossas crianças é o de alinhar o corpo o mais próximo possível do funcional, proporcionando uma descarga de peso essencial para a regulação do tônus muscular e para a função vestibular (posição do corpo em relação à gravidade) e sensorial, essa descarga é gerada pelo ajuste das tiras elásticas.

Como é realizado?

O tratamento com o Pediasuit é feito com a associação entre a prótese proprioceptiva (vestimenta ortopédica sobre a qual falamos acima) e um protocolo de terapia intensiva que tem duração de 4 semanas, com realização de sessões diárias de 4 horas. Porém, de acordo com cada caso, a frequência e intensidade das sessões variam. Além disso é realizado um processo de adaptação inicial à técnica. Ainda, após as sessões iniciais diminui-se a frequência das sessões para que se entre num período de manutenção, esse período serve para consolidar os avanços conquistados pelo paciente na terapia e, para os que irão mudar de ciclo, ou seja, de frequência e intensidade do seu tratamento com o Pediasuit, esse tempo servirá de recuperação e preparação.

Todo esse tratamento visa o desenvolvimento motor, o reforço muscular, o equilíbrio e a coordenação das nossas crianças, sendo realizado através da utilização mútua da roupa do PediaSuit e a Gaiola de Atividades.

Após a avaliação inicial, começamos com o aquecimento e exercícios terapêuticos. Logo depois é vestido o macacão (vestimenta ortopédica) na criança que realizará, atividades/exercícios de fortalecimento muscular, além de atividades para a melhora da habilidade motora, como do equilíbrio, controle postural e coordenação.

Durante as atividades são realizadas pausas, de acordo com a necessidade de cada criança, para alimentação eou descanso.

Indicações e benefícios

Além de ser utilizado com as nossas crianças atingidas pela Síndrome Congênita do Vírus da Zika, esta técnica é utilizada no tratamento de outros tipos de diagnósticos, como:

– Paralisia Cerebral;

– Atraso do Desenvolvimento Motor;

– Síndrome de Down;

– Deficiências ortopédicas e neurológicas;

– Hipotonia;

– Autismo;

– Acidente Vascular Encefálico, entre outros.

Entre os benefícios estão: A melhora do alinhamento corporal, da densidade óssea e do tônus muscular; diminuição das contrações; auxilio na correção do padrão de marcha; melhora do equilíbrio, coordenação e consciência corporal.